Durma bem para viver bem

Você já teve a sensação de continuar cansado depois de uma noite de sono? Já aconteceu de você reprogramar o despertador para conseguir dormir uns minutinhos a mais, antes de começar o dia? Se a sua resposta foi sim, recomendo que leia este texto com atenção.

O sono, o exercício físico e a dieta balanceada são os três pilares da saúde. Apesar da incontestável importância do sono para uma vida saudável, 45% da população mundial não dorme bem.

Mas, afinal, o que é dormir bem?

Em se tratando do sono, a qualidade é mais importante do que a quantidade. A qualidade do sono está relacionada a três aspectos:

Duração: o período de sono deve ser o suficiente para que a pessoa se sinta descansada e alerta no dia seguinte;

Continuidade: o sono não deve sofrer interrupções;

Profundidade: o sono deve ser profundo o suficiente para ser restaurador;

A privação do sono pode provocar consequências indesejadas a curto prazo como: prejudicar o juízo; afetar o humor; diminuir a capacidade de aprender e de reter informações e aumentar o risco para acidentes. A longo prazo, pode ocorrer aumento do risco para o desenvolvimento de problemas como: ansiedade, depressão, obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares;

Desvende suas dúvidas sobre a última grande refeição do dia: O jantar!

Para um sono de qualidade, é necessário seguir dez mandamentos:

1. Estabeleça um horário regular para dormir e acordar;

2. Se você possui o hábito da sesta, não exceda 45 minutos;
3. Evite ingerir bebidas alcoólicas 4 horas antes do horário de dormir e não fume;
4. Evite ingerir bebidas com cafeína (café, chá preto, refrigerantes de cola, chocolate) 6 horas antes do horário de dormir;
5. Evite refeições pesadas, excessivamente picantes ou adocicadas 4 horas antes do horário de dormir;
6. Faça exercícios físicos regularmente mas não próximo do horário de dormir;
7. Durma em uma cama confortável;
8. Encontre uma temperatura ambiente confortável para o sono e mantenha o quarto bem ventilado;
9. Elimine todos os ruídos do quarto e mantenha o quarto o mais escuro possível;
10. Reserve a sua cama apenas para dormir e ter relações sexuais, evitando usá-la para o trabalho ou fazer refeições;

Melhorando os hábitos, é possível alcançar um sono de qualidade. Já pensou que maravilha poder acordar sem raiva do despertador, com disposição de sobra para aproveitar o dia? Então… muito depende de você!

Fonte: Associação Mundial da Medicina do Sono (World Association of Sleep Medicine – WASM)

 

Mariana Sato

Médica formada pela Universidade de São Paulo, especializada em Medicina de Família e comunidade pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. Mestre em Humanização e Saúde pelo Departamento de Medicina Preventiva da Universidade de São Paulo. Tem experiência em assistência médica com ênfase na prevenção e promoção à saúde, no contexto da atenção primária.

Comments

comments