Andropausa: Como encarar esta fase da vida sem stress

Essa semana foi comemorado o Dia do Homem! Muito se fala sobre a menopausa, conjunto de alterações metabólicas que ocorrem com as mulheres com o avançar da idade, no entanto a andropausa, que acomete os homens ainda é pouca abordada.

A andropausa é uma condição comum e normal em homens com idade avançada. Faz parte de um processo de envelhecimento através do qual o nível de testosterona entra em declínio. Ao contrário da menopausa que surge de forma abrupta em grande parte das mulheres, a andropausa é um processo lento e gradual. Suas complicações podem ser melhor controladas e há até mesmo alguns tratamentos no mercado que consistem na reposição hormonal.

Simples medidas como a prática de atividades físicas, por exemplo, podem ajudar na prevenção não somente desta como de diversas outras doenças. Além disto, o hábito de fumar deve ser cortado, assim como o consumo de outras drogas. Pessoas que possuem diabetes ou problemas renais devem tomar ainda mais cuidado e exercer medidas preventivas mais eficazes. É aconselhável conversar com um médico urologista.

 

Veja o inspirador depoimento de Thiago Rodolfo, que treinando com a Suporte Saúde passou de um rapaz sedentário a um triatleta!

 

Lembrando que na ausência de exercícios físicos diários, nossos corpos tornam-se depósitos de tensões acumuladas e, sem canais naturais de saída para essas tensões, nossos músculos tornam-se fracos e tensos. O ideal é praticar atividade física, regularmente, durante toda vida mas, independentemente disto, podemos recuperar uma existência mais saudável e gratificante em qualquer idade.

Entre os sintomas mais comuns e que mais afetam os homens na andropausa estão o desânimo, desinteresse pelas atividades do dia a dia, irritabilidade, diminuição da libido e perda de massa muscular. Para amenizar este quadro através da alimentação é importante incluir na dieta dos indivíduos saudáveis cerca de 200 gramas de proteínas provenientes de aves e peixes que são carnes magras, além de consumir hortaliças e frutas diariamente para suprir o organismo com as vitaminas e minerais necessários e aumentar a disposição. As porções de frutas devem estar presentes de 3 à 5 vezes por dia: o tomate é indispensável, pois contêm licopeno, substância que previne o câncer. Já as gorduras encontradas em alimentos como carnes vermelhas com gordura, bacon, fígado, queijos amarelos e frituras devem ser evitadas, pois as células adiposas, quanto mais repletas de gorduras ativam enzimas que vão converter a testosterona em estrogênio agravando ainda mais a queda dos níveis de testosterona livre.

Aproveite essas dicas e curta a melhor idade com saúde e disposição!

Comments

comments