Referências Bibliográficas da Plataforma Suporte Saúde

A equipe Suporte Saúde extrai todas as informações e bases conceituais dos nossos programas de condicionamento físico e alimentação saudável de referências bibliográficas selecionadas e atuais .

Conheça alguns dos eixos científicos utilizados na produção de nossa plataforma:

 

IPAQ (Questionário Internacional de Atividade Física/ International Physical Activity Questionnaire)

 

A comunidade científica tem concentrado esforços na elaboração de instrumentos validados e de fácil aplicação que possibilitem a mensuração do nível de atividade física dos indivíduos.

A Organização Mundial de Saúde – em parceria com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos e com o Instituto Karolinska da Suécia – reuniu pesquisadores de diversos países com o objetivo de desenvolver um instrumento padrão internacional para aferir o nível de atividades física dos indivíduo.
O resultado desta empreitada foi a criação do IPAQ (Questionário Internacional de Atividade Física/ International  Physical Activity Questionnaire) , validado em 12 países – incluindo o Brasil – e em 14 centros de pesquisas de referência. O IPAQ permite estimar o tempo semanal gasto em atividades físicas de intensidade leve, moderada ou vigorosa em diferentes contextos do cotidiano. A partir desta quantificação, é possível classificar o indivíduo como sedentário, irregularmente ativo, ativo ou muito ativo.

Pela sua facilidade de aplicação e validade científica, o IPAQ foi escolhido pela Suporte Saúde como ferramenta de apoio que tem as seguintes finalidades: conscientização dos usuários quanto ao seu nível de atividade física e fornecimento de dados para a elaboração de um programa de exercícios voltado ao perfil identificado.

 

Veja como medir a velocidade durante o treino de corrida/caminhada nos treinos da Suporte Saúde!

 

PAR-Q (Questionário de Prontidão para Atividade Física)

 

A Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte recomenda o  PAR-Q (questionário de prontidão para atividade física) como avaliação padrão mínima pré participação para programas de exercícios físicos.

 

A Sociedade Canadense para a Fisiologia do Exercício, responsável pelo desenvolvimento do PAR-Q, explica: “tornar-se mais ativo é seguro para a maioria das pessoas entretanto, algumas pessoas devem passar em consulta médica antes de tonarem-se muito mais ativas fisicamente”.

 

O PAR-Q permite identificar os indivíduos (entre 15 e 69 anos) com maior chance de terem prejuízos relacionados à prática de exercícios físicos e que, portanto, devem buscar uma avaliação médica para que seja realizada uma orientação especifica.

 

Pela sua facilidade de aplicação e  validade científica, o PAR-Q foi adotado pela Suporte Saúde como instrumento de avaliação pré-participação aos programa de exercícios físicos. O acesso aos treinos está atrelado à liberação pelo PAR-Q ou, se necessário, pelo médico. A Suporte Saúde ratifica seu compromisso com a segurança de seus usuários frente ao início de suas atividades.

 

Comments

comments