Pessoas idosas: cuidado com as quedas!

A Organização Mundial de Saúde classifica como idosos os indivíduos com mais de 60 anos.

 

A queda representa um grande problema para as pessoas idosas porque podem levar a consequências relevantes como incapacidade, institucionalização e até morte. Cerca de 30% das pessoas idosas caem em cada ano. As causas mais comuns relacionadas a quedas em idosos são:

 

  • Relacionadas ao ambiente.
  • Fraqueza/distúrbios de equilíbrio e marcha.
  • Tontura/vertigem.
  • Alteração postural/hipotensão ortostática.
  • Lesão no Sistema Nervoso Central.
  • Síncope (desmaio).
  • Redução da visão.

A incidência de hipertensão arterial na terceira idade também costuma ser alta! Saiba quais são as recomendações nutricionais para pessoas com esta condição clínica.

A maioria das quedas ocorre em casa ou em seus arredores, geralmente durante as atividades cotidianas como caminhar, mudar de posição ou ir ao banheiro. Cerca de 10% das quedas ocorrem em escadas, sobretudo durante a descida.

 

O quadro abaixo apresenta os principais riscos domésticos para a queda de idosos.

 

Riscos domésticos para quedas:

 

É possível adotar medidas para a diminuição dos riscos domésticos:

 

  • Acomodação de gêneros alimentícios e de outros objetos de uso cotidiano em locais de fácil acesso, evitando-se a necessidade de uso de escadas e banquinhos.
  • Orientação para a reorganização do ambiente interno à residência, com o consentimento da pessoa idosa e da família.
  • Sugerir a colocação de um diferenciador de degraus nas escadas bem como iluminação adequada da mesma, corrimãos bilaterais para apoio e retirada de tapetes no inicio e fim da escada.
  • Colocação de pisos anti-derrapantes e barras de apoio nos banheiros, evitar o uso de banheiras, orientar o banho sentado quando da instabilidade postural e orientar a não trancar o banheiro.

 

Vamos dar uma checada em casa?

 

Fonte:  Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa. Caderno de Atenção Básica. Ministério da Saúde, 2006.

Comments

comments