“Estou acima do peso por conta da minha genética”

  Essa foi a frase que eu sempre usei para justificar o meu peso excessivo e, como acreditava nisso, foi mais fácil me acomodar e não mudar nada no meu estilo de vida. Já tinha passado por inúmeros nutricionista que tentavam me ajudar, porém sem a minha força de vontade, nenhum dos tratamentos eram eficazes para mim.

  Tudo começou quando tentei engravidar e não consegui. Foi quando o meu ginecologista viu os meus exames e falou que eu teria que diminuir o peso. Era hora de mudar drasticamente ou não realizaria o meu sonho de ser mãe. Fui ao nutricionista e usei a frase:

– É Doutora, sou obesa por conta da minha genética, não tem jeito, já fiz algumas dietas mas nada funciona para mim.

  Foi quando a médica me explicou que a genética não é a minha sentença, que sim, esse é um fator importante, se as gerações passadas foram obesas a minha facilidade em também ser é grande, porém que eu poderia mudar isso comendo melhor, sabendo fazer as escolhas certas, diferenciando fome de ansiedade, prestando atenção na comida, fazendo atividades físicas. Tudo isso me ajuda a deixar a obesidade de lado. Ela disse também que baseado em exames específicos, podemos saber até como cada alimento pode reagir no corpo e foi então que ela pegou no meu ponto fraco sem nem saber, disse que posso mudar as próxima gerações! Mudando o meu estilo de vida, posso modificar o DNA e as chances do meu filho ter problemas com a obesidade serão cada vez menores.

  Ali percebi que a frase que eu sempre disse estava completamente errada. 

  Hoje pratico atividade física diariamente, minha alimentação mudou drasticamente e como consequência, a minha auto estima está bem melhor, meu cabelo tem mais brilho, minhas unhas… nem preciso usar mais unhas postiças! 

  Ahhh! Não posso deixar de contar. Depois desse longo processo fiquei gravida de gêmeos que já estão quase nascendo.

Larissa Kolikauskas
Nutricionista
CRN-3 44701

Comments

comments