6 atitudes dos pais que influenciam as crianças a ter atitudes mais saudáveis!

  Nossas crianças, sejam filhos, sobrinhos, netos ou afilhados, são grandes alegrias na vida e cuidar deles zelando para que cresçam saudáveis e plenos para exercerem todo o seu potencial e liberdade é muito importante.

  Por isso oferecer estímulos para que incluam hábitos saudáveis relacionados à prática de atividades físicas e alimentação saudável no dia a dia, implica em consequências que repercutirão por toda a vida ao longo do desenvolvimento destes pequenos.

Como estimular crianças a se interessarem por uma alimentação mais saudável?

  Confira 6 atitudes para incentivar as crianças a levarem uma vida mais saudável: 

1. Encontre uma atividade física divertida. Ajude seu filho a encontrar um esporte que ele goste. Quanto mais gostar da atividade, mais chance de que dê continuidade. Envolver a família é uma ótima maneira de passar o tempo juntos.

2. Ofereça brinquedos que necessitem de atividade corporal para serem utilizados. As crianças, especialmente, precisam de fácil acesso às bolas, cordas de pular e outros brinquedos ativos.

3. Seja um exemplo.  As crianças que vêem regularmente seus pais desfrutando de esportes e atividades físicas são mais propensos a fazê-lo.  

4. Prepare uma mesa colorida e coma junto com as crianças. É importante ter em mente que se estiverem com fome irão comer, simples assim. Não force nem repreenda quando se recusarem a comer algo saudável. Explique as vantagens daquele alimento, sugira que provem antes de recusar e se não der certo ofereça o alimento em outro momento com outra apresentação, mas deixe claro que guloseimas não serão ofertadas no lugar da refeição;

5. Deixe a criança participar do processo de elaboração das refeições sempre que possível: leve-os à feira, ao hortifruti, ao mercado e convide-os a participar do preparo ajudando a lavar os legumes e frutas ou picá-los. Fazer parte disso e observar desde o início como aquele alimento chegou ao prato, deixa as crianças mais seguras e com vontade de experimentar!

6. Sem chantagens, recompensas ou castigos! Comer é necessidade, prazer e identificação e não deve estar condicionado à algo, aprenda a identificar a recusa como algo passageiro e continue oferecendo alimentos saudáveis com naturalidade no dia a dia deixando claro que conhecer novos sabores pode ser divertido, além de muito saudável.

Comments

comments